Retífica de motores

O motor a explosão do seu veículo trabalha como um relógio, onde cada acontecimento tem a posição e o tempo para acontecer. Na parte superior do motor temos o cabeçote que é responsável pela dinâmica de ar-combustível e pela dinâmica de gases de combustão. Na parte inferior do motor temos o bloco com cilindros, pistões, bielas e virabrequim formando o conjunto que é o responsável pela geração do movimento propriamente dito. Todos estes componentes sofrem desgaste natural com o funcionamento pelo atrito das diversas partes móveis. Acontecem ainda fraturas, empenamento, corrosão, trincas entre outros problemas causados por deficiências no sistema de arrefecimento, de lubrificação ou de sincronismo. Para corrigir estes desgastes e falhas nos componentes do motor é que existe a retífica de motor. Na retífica de motor o esforço está concentrado na parte de baixo do motor, sendo que a parte de cima, cabeçote, geralmente é destinada a uma subdivisão especializada que é a retífica de cabeçotes.

Para começar, na retífica de motores, lida-se com peças pesadas em grande parte de ferro fundido e aço, o que leva à necessidade de possuir um espaço maior com talhas para movimentar as peças. A máquina de lavar deve ser de maior porte na retífica de motor para aguentar não só o maior volume e peso das peças como também a maior quantidade de sujidades que devem ser recolhidas e adequadamente destinadas.

Na retífica de motores, os componentes do bloco como comandos auxiliares, virabrequim, bielas e pistões são cuidadosamente desmontados, identificados e limpos para que se possa fazer a análise visual e dimensional verificando quais estão dentro das especificações do fabricante e quais apresentam trincas ou outros danos. Uma vez detectadas as inconformidades, é traçano na retífica de motores qual será o procedimento de recuperação de cada peça.

O virabrequim ou eixo de manivelas é o responsável pela transmissão da energia mecânica gerada pela explosão nos cilindros para o cambio do veículo e para os demais cilindros onde os gases de combustão serão expulsos, a mistura ar/combustível será admitida e também esta mesma mistura será comprimida antes da ignição. Sabendo desta importância, na retífica de motores, esta peça passa por vários testes para detectar trincas, desalinhamentos e desgaste. No caso de trincas, o virabrequim é descartado pela retífica de motores e deve ser substituido por uma peça nova ou retificada. Alguns virabrequins tem seus colos de biela e de mancal enchidos com material de dureza compatível na retífica de motores para que as medidas sejam recuperadas. Outros são usinados na retífica de motores para medidas padronizadas estabelecidas pelo fabricante. As medidas devem ser seguidas rigorosamente pela retífica de motores para o correto funcionamento do motor. Os virabrequins passam ainda por tratamento térmico na retífica de motores para criar uma camada de maior dureza em sua superfície, aumentando sua resistência ao desgaste.

As bielas formam a ponte entre o virabrequim e o pistão. Na retífica de motores elas são analizadas para verificar suas medidas e a existência de trincas, deslinhamento e deformações. Inconformidades geralmente geram o descarte pela retífica de motores. Algumas bielas permitem o mandrilhamento para recuperar a medida padrão, processo feito na retífica de motores por uma máquina espefífica e de grande precisão que além de usinar garante o alinhamento da biela.

O pistão funciona como o êmbulo de uma seringa. Dentro do cilindro ele admite a mistura ar-combustível, comprime esta mistura, é impulsionado durante a expansão dos gases de combustão e expulsa estes mesmos gases durante a fase de escape. Na retífica de motores, os pistões são medidos rigorosamente verificando se houve ovalização. Medidas fora das tolerâncias geram o descate das peças pela retífica de motores. Algumas vezes os pistões não são reaproveitados porque a medida dos cilindros foi mudada na retífica de motores.

Os cilindros ficam no bloco do motor equivalendo à parte externa de uma seringa. O pistão movimenta-se dentro do cilindro como um êmbulo. Entre o pistão e o cilindro existem anéis de aço-carbono de alta dureza também conhecidos como anéis de segmento. Estes anéis ficam encaixados nos pistões e são responsáveis pelo isolamento da parte do cilindro onde estão ocorrendo as fases do motor (admissão, compressão, explosão e escape) da parte de baixo onde ocorre a lubrificação do conjunto. Na retífica de motores verifica-se se estes anéis estão trabalhando corretamente evitando a queima de óleo e a contaminação do sistema de lubrificação pela combustão. Também se verifica, na retífica de motores, se há desgaste no cilindro (ovalização) acima das tolerâncias do fabricante. Caso isto ocorra, na retífica de motores, os cilindros podem ser abertos para medidas padronizadas pelo fabricante em conjunto com a troca dos pistões ou podem ser encamizados. Caso a retífica de motores encamize os cilindros, a medida dos mesmos pode ser adequada aos pistões que estavam sendo utilizados. Tanto na abertura do cilindro quanto no encamizamento, geralmente a retífica de motores substitui os anéis de segmento.

Em alguns motores há os comandos auxiliares ou balanceadores. Estes comandos trabalham sincronamente com o virabrequim diminuindo a vibração do motor contrabalançando o movimento do virabrequim. Na retífica de motores estes comandos também são avaliados e problemas nos seus mancais podem ser corrigidos.

Os mancais de virabrequim que ficam no bloco também podem ser mandrilhados e alinhados na retífica de motores adequando às especificações do fabricante.

Corrosões e trincas nos blocos podem ser corrigidas na retífica de motores através de solda e reusinagem.

Caso o bloco apresente deformação em sua parte superior, na retífica de motores, pode-se fazer o faceamento. Este procedimento garante a planicidade adequada para instalação do cabeçote.

Na retífica de motores também se faz a troca dos selos do motor e a revisão das roscas. Caso haja a necessidade, pode-se fazer a colocação de helicoil ou bucha.

Assentos de bomba d'água ou bomba de óleo tambem são revisados e adequados nas retíficas de motores.